Esquadrão Rogue. A Saga Dos X-Wings.

Capa do Livro. Promessa de muitas aventuras e guerras espaciais

A Editora Aleph fez mais um lançamento do Universo Expandido (série “Legends”) de “Guerra nas Estrelas”. Posto nas livrarias em fins do ano passado, “Esquadrão Rogue”, de Michael A. Stackpole, é o primeiro de uma série de dez volumes que a Aleph tem a intenção de publicar, sendo que Stackpole escreveu quatro livros dessa série, além de ter escrito livros que também desenvolveram a personagem Mara Jade, da trilogia Thrawn de Timothy Zahn.

Wedge Antilles, o grande comandante do Esquadrão Rogue

Mas, o que é o Esquadrão Rogue? Vindo dos quadrinhos e dos games, esse esquadrão é um grupo de pilotos de X-Wing liderados pelo lendário Wedge Antilles. Os eventos de “Esquadrão Rogue” se passam dois anos e meio depois do que aconteceu no Episódio VI (“O Retorno de Jedi”), onde ainda existem resíduos de forças imperiais que combatem as forças da agora Nova República. Antilles tem a difícil missão de treinar novos pilotos para missões que serão cada vez mais perigosas. Por outro lado, o comandante do Esquadrão Rogue terá que se envolver em querelas politicas com seus superiores, onde o Almirante Ackbar é um deles, para garantir a sobrevivência e a autonomia de seu esquadrão, paulatinamente ameaçadas.

Corran Horn, o grande às voador

O grande protagonista de “Esquadrão Rogue” será Corran Horn, um dos melhores pilotos do esquadrão, que no passado trabalhava para uma empresa de segurança, mas que, agora, é um piloto da Nova República. Entretanto, seu passado como agente da Seg Cor o afetará em dias presentes. Horn terá, ainda, vários outros pilotos que serão seus companheiros. Mas já dá para notar que, à medida que acontecem as batalhas, nem sempre todos ficarão vivos para continuar na trama, tamanho é o perigo das missões. Assim, o livro tem a característica de exibir muitos personagens, até porque alguns deles serão “camisas vermelhas” e desaparecerão ao longo da história. Resta ao leitor especular quem será o camisa vermelha e logo morrerá, e quem será o personagem que ficará mais tempo interagindo com os protagonistas. Veremos, também, que o livro deixa umas pontas soltas que justificam a continuação da série X-Wing. Um traidor infiltrado no Esquadrão Rogue ou um futuro ataque a Coruscant, por exemplo, que não foram revelados e concretizados nesse livro.

Almirante Ackbar irá acobertar o esquadrão dos efeitos nocivos das querelas políticas

Esta série também é muito interessante não somente para falar um pouco das especificações dos TIE Fighters (extremamente rápidos, mas com um péssimo sistema de defesa), mas principalmente dos X-Wings, onde os controles da cabine do piloto são descritos em detalhes, e até os pedais da nave e suas funções são expressos com precisão, tudo isso no ambiente das batalhas. Tais informações transformam essa série numa ótima fonte de informações sobre os X-Wings para a Wookiepédia.

Assim, “Esquadrão Rogue” é mais um grande lançamento da Aleph para os volumes da série “Legends” de “Guerra nas Estrelas”. Para quem gosta em especial dos combates de naves espaciais e do personagem Wedge Antilles, é um prato cheio. Esperemos que a editora consiga driblar a crise e que lance mais histórias da série X-Wing num futuro próximo, pois o tema é muito atraente e é garantia de bons livros a serem lançados.

Grandes cenas de batalha! Imperdível!!!

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.