“Jurassic Park: Parque dos Dinossauros” – Crítica O Lado Cinéfilo da Força – Especial 25 Anos de Jurassic Park

A vida encontrou um meio...

Jurassic Park: Parque dos Dinossauros (Jurassic Park 1993) é um filme de aventura e ficção científica dirigido por Steven Spielberg, baseado no livro homônimo escrito por Michael Crichton (que também participa da criação do Resultado de imagem para jurassic park teaser posterroteiro para o filme) e conta a história da fictícia Ilha Nublar, que fica a oeste da Costa Rica, e é comprada pelo bilionário John Hammond (Richard Attenborough) para a construção de um parque temático que tem como sua atração Dinossauros vivos. Após um acidente na ilha, John precisa de um grupo de especialistas para endossarem o parque.

O grupo consiste em Alan Grant (Sam Neill) um paleontólogo, Ellie Sattler (Laura Dern) uma paleobotânica, Ian Malcom (Jeff Goldblum) um matemático teórico do caos, e Donald Gennaro (Martin Ferrero) um advogado que representa os investidores de Hammond. Todos são convidados para passar um fim de semana na ilha fazendo um passeio pelo parque. Lá eles conhecem mais dois integrantes do grupo, os netos de Hammond, Lex (Ariana Richards) e Tim Murphy (Joseph Mazzello).

Após começarem o passeio pelo parque as coisas começam a dar errado o que no fim acaba com a decisão dos integrantes restantes de que o parque não seria endossado e os animais seriam deixados na ilha.

Imagem relacionada

Mesmo sendo algumas vezes criticado por alguns, alegando atuações fracas e história sem muita profundidade Jurassic Park, fez (e ainda faz) um tremendo sucesso desde seu lançamento, principalmente devido a sua inovação na tecnologia de imagens criadas por computação gráfica, que foi uma das primeiras vezes que o público conseguia ver na tela animais extintos com tanta perfeição. O filme também conta com Dinossauros animatrônicos, que dialogam com os gerados por computador, dando uma sensação de que se pode quase tocar neles.

O filme tem algumas diferenças do livro, como a sobrevivência de alguns personagens, o final e até a idade. Por exemplo no livro Lex seria mais velha que Tim e ao final John Hammond morreria comido por Procompsognathus e a ilha seria bombardeada por militares.

Para aumentar a veracidade dos dinossauros, foi contratado para a produção o paleontólogo Jack Horner, que supervisionou todos os modelos criados pelos estúdios de Stan Winston e para garantir que o desejo de Spielberg de que os dinossauros fossem retratados como animais e não monstros fosse realizado.

Imagem relacionada

Jurassic Park foi a maior bilheteria do cinema até o lançamento de Titanic em 1997 e ganhou 3 Oscars em melhores efeitos especiais, som e edição de som. A trilha sonora é composta pelo veterano John Williams, que já era um grande parceiro de Steven Spielberg, e é considerada uma das mais impressionantes e épicas trilhas do cinema.

Mesmo após 25 anos, o filme consegue ainda trazer emoção e arrepios para os espectadores (mesmo aqueles que já assistiram algumas dezenas ou centenas de vezes), seja pela sua trilha sonora épica, seja pelos efeitos visuais que se mantém até os dias atuais, ou talvez seja pelo amor que muitos de nós cultivam por esses animais extintos tantos milhões de anos atrás, mas que ainda habitam nossa imaginação. E graças a Steven Spielberg essa imaginação tomou forma em um dos melhores filmes da história do cinema.

Leva 11 (Onze) sabres de luz na avaliação.

May the movie be with you.

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.