Cineclube Sci-Fi: “Planeta dos Macacos” (1968) (15/08/2015)

"You are right, I have always known about man. From the evidence, I believe his wisdom must walk hand and hand with his idiocy. His emotions must rule his brain. He must be a warlike creature who gives battle to everything around him, even himself." (Dr. Zaius)

Grandes clássicos fazem parte do Cineclube Sci-Fi, e em agosto teremos um título de alto renome e consagrado na história do cinema. Graças a uma visita ao zoológico pelo escritor francês Pierre Boule (A Ponte do Rio Kwai), que se perguntou como seria a relação entre o homem e o macaco caso este pudesse falar, inspirou várias obras posteriores. O Cineclube Sci-Fi, produção conjunta do Conselho Jedi Rio de Janeiro e da Fundação Planetário do Rio de Janeiro, com o apoio do Grupo Epic, convidam todos para assistir “Planeta dos Macacos”, o filme original de 1968, na Cúpula Carl Sagan, numa oportunidade imperdível de conferir em tela grande, som original 5.1 e legendas em português que você não pode perder no dia 15 de Agosto de 2015. A entrada é franca!

No livro La Planète dês Singes, a história acompanha as aventuras de Ulysse Mérou, que viaja a um planeta onde os humanos são os animais escravizados por macacos que pensam e falam. Ao longo de sua trajetória, Mérou descobre que o planeta foi, originalmente, dominado pela raça humana mas que, com o tempo, ela foi perdendo espaço para os macacos.

Cena planet of the apes 1Lançada em 1963, a obra teve seus direitos de adaptação cinematográfica adquiridos por Arthur P. Jacobs. O primeiro filme foi lançado em 1968, com roteiro assinado por Rod Serling, criador da clássica série Além da Imaginação, sendo um sucesso comercial e de crítica. Quatro continuações seguiram o filme original entre 1970 e 1973: Beneath the Planet of the Apes, Escape from the Planet of the Apes, Conquest of the Planet of the Apes e Battle for the Planet of the Apes. A série também gerou duas séries de televisão: Planet of the Apes em 1974 e o desenho animado Return to the Planet of the Apes em 1975. Os planos para um filme remake paralisaram em um "inferno do desenvolvimento" por mais de dez anos antes de Planet of the Apes de Tim Burton ser lançado em 2001. Uma nova série de filmes reboot foi iniciada em 2011 com Rise of the Planet of the Apes, que foi seguido de Dawn of the Planet of the Apes em 2014; outra sequência, intitulada War of the Planet of the Apes, está sendo planejada para um lançamento em 2017.

Ao final da projeção, um bate papo com impressões e debate junto ao público sobre a película e suas ligações com ciência, filosofia, literatura, tecnologia e seus conceitos cinematográficos. Pela primeira vez nesta edição, teremos uma mesa de autógrafos para os dois ilustres convidados, profissionais e autores engajados nos assuntos que permeiam o título em exibição, disponibilizando suas obras ao público.

Foto Eliana Granado

Eliana Maria Granado Craesmeyer - Antropóloga, sócia-efetiva na Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Bacharel com Licenciatura Plena em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS de São Leopoldo (RS), Mestrado no CPDOC/FGV RJ e Pós-graduação em Cinema Documentário pela FGV RJ, além de quatro cursos de especialização na UFRJ, PUC RJ e UCG. Trabalhou na FUNAI, e em Furnas Centrais Elétricas como Antropóloga - Socióloga. Possui onze trabalhos literários publicados, além de vários outros ligados a Antropologia Visual, Bens Culturais e Projetos Sociais para a TV Manchete, FURNAS, participando de documentários premiados como "Histórias de Avá" e "Niwathima". Prestou consultorias para a TV Globo no seriado “A Cura”, e também na produção conjunta TV Globo - TV Portugal (SIC) em “Laços de Sangue”.

Capa PONTA DE FLECHANa sessão de autógrafos com Eliana Granado, "Ponta de Flecha", um livro com quatro contos infantis: Presente de Aniversário; O Povo Katueté; Festa na Aldeia e A História de Mavirá. "João é um garoto muito esperto que gosta de saber o porquê de todas as coisas. Quando fez nove anos ganhou de presente uma viagem de feias no avião do tio Zeca que, para selar a promessa, no dia da sua festa de aniversário, levou para o sobrinho um aviãozinho de brinquedo igualzinho a um de verdade!" (Trecho do conto Presente de Aniversário). 

Foto Saulo AdamiSaulo Adami - escritor e autor do lançamento “Homem não entende nada! Arquivos secretos do Planeta dos Macacos” (São José dos Pinhais, PR: Editora Estronho, 2015; 612 páginas), vindo de Curitiba, Paraná, onde se dedica a projetos editoriais também como editor e consultor. Seu interesse pelo tema começou em 1975 quando assistiu “O Planeta dos Macacos” (1968), de Franklin J. Schaffner. Passou de fã a colecionador, pesquisador e autor de outros quatro livros sobre o assunto: “O único humano bom é aquele que está morto!” (1996), “Diários de Hollywood: Um brasileiro no Planeta dos Macacos” (2008), “Perdidos no Planeta dos Macacos” (2013, com Angelo Júnior) e “Hollywood: Bastidores e segredos do filme O Planeta dos Macacos” (2015). O autor tem em seu currículo 78 livros publicados nas áreas de literatura (poesia, conto, crônica, novela e romance), cinema, biografia e história.

Capa HOMEM NÃO ENTENDE NADANa sessão de autógrafos com Saulo Adami, "Homem não entende nada!", com pesquisas do autor sobre os bastidores e segredos do filme "O Planeta dos Macacos" desde 1975. Inciado em 1978, é considerada a mais completa obra sobre o universo "Planeta dos Macacos". Dividida em quatro partes, a obra começa com a série cinematográfica que teve origem no livro “O Planeta dos Macacos”, de Pierre Boulle, adaptado para cinco filmes-sequência. A segunda parte resgata a história dos dois seriados de TV: “Planeta dos Macacos” (1974) e “De Volta ao Planeta dos Macacos” (1975), este em desenhos animados, além de todas as versões originadas de suas produções. A terceira aborda as versões para livros de bolso, histórias em quadrinhos, vídeo e documentários. Na parte final, as novas versões para o cinema, histórias em quadrinhos e livros que fizeram a alegria dos fãs, neste início de século XXI.

Também será apresentado um pequeno documentário, "O Papel e o Sonho" (Prime Filmes, 2015), que mostra a participação de Saulo Adami no "Mondo Estronho" 2015, onde foi lançado seu livro em Curitiba, com mostras da exposição de aproximadamente 1.800 itens pessoais relacionados ao tema.

Para fechar, um concurso cultural com distribuição de brindes aos que continuam até o final do bate-papo. E, somente para quem tem a carteirinha de Associado Cavaleiro Jedi do CJRJ, uma campanha especial de brindes oferecidos pelos parceiros do CJRJ!

Epic-COM-Logo-preto-v1-17112014Confirme presença e convide seus amigos! Divulgue também a hashtag #jedirio nas suas redes sociais! Visite o Espaço Jedi montado somente no dia do evento e próximo à entrada da Cúpula para conhecer os projetos, convênios e como participar de tudo o que envolve o universo Star Wars através do grupo. O Conselho Jedi Rio de Janeiro faz parte do Grupo Epic, uma rede de comunicação e soluções transmídia que focam na motivação e no engajamento da Geração Y através da cultura pop.

A entrada é gratuita. Contamos com a contribuição dos visitantes na doação de um item de higiene ou alimento não perecível (veja detalhes abaixo), como gesto de solidariedade a entidades que apoiam crianças carentes.

Sábado, 15 de Agosto de 2015
Local: Planetário do Rio – Cúpula Carl Sagan
Capacidade: lotação máxima controlada para 260 pessoas.
Lugares: assentos livres, por ordem de chegada em fila na porta da Cúpula.
Endereço: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea.
Telefone: 2274-0046
Outras informações: www.planetariodorio.com.br
Entrada: franca, com entrega de senhas
Ingresso e contribuição social: itens de higiene (pasta ou escova de dentes, sabonete etc.) ou alimento não perecível (achocolatado, feijão, arroz etc.), com senhas distribuídas somente no local e dia do evento.
Mesa de autógrafos com autores: a partir das 15h
Senhas na bilheteria: a partir das 16:30h
Abertura e início da sessão: 17:30h

A temperatura média no local de exibição é de 19ºC. Não é permitido consumo de alimentos nos espaços do Museu e no interior da Cúpula.

Cena planet of the apes 2

 

 

Planeta dos Macacos (1968) [112 min.]
Classificação indicativa: Livre
Direção: Franklin J. Schaffner
Enredo: Pierre Boulle
Roteiro: Michael Wilson, Rod Serling
Elenco: Charlton Heston, Roddy McDowall, Kim Hunter, Maurice Evans, James Whitmore, James Daly, Linda Harrison

Trailer "Planeta dos Macacos":

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.