Fernando Caruso em Star Wars Rebels: Entrevista exclusiva!

Todo mundo já viu ou ouviu falar no ator e comediante Fernando Caruso, mas o que você ainda não sabia era que Fernando é uma verdadeira sumidade em histórias em quadrinhos – desafio qualquer um a conhecer mais sobre esta arte do que ele (veja sua coluna aqui no nosso site parceiro, o Abacaxi Voador). Outra faceta do Caruso é que o cara é um jedi de carteirinha (membro aqui do Conselho Jedi desde 1999, tem apresentado a Jedicon desde 2012) e agora entrou de vez para o time da Força. Isso mesmo! Caruso agora faz parte do projeto de dublagem da animação Star Wars Rebels da Disney. Ele está dublando um vilão e bateu um papo com o editor do Abavaxi Voador, Alexandre Rocha, onde nos conta, exclusivamente e em primeira mão sobre sua introdução ao universo de Star Wars, como foi parar em Rebels e o que espera da franquia para um futuro próximo. Apertem os cintos e viagem pelo hiperespaço com Abacaxi Voador, Fernando Caruso e Star Wars!

ABACAXI VOADOR: Quando foi a primeira vez que você teve contato com Star Wars? Você é da geração Sessão da Tarde  e Tela Quente, certo?

FERNANDO CARUSO: Certo! Meu primeiro contato verdadeiro foi com a remasterização no cinema, no final da década de 90. Antes eu não sabia diferenciar Star Wars de Star Trek, achava tudo um saco. Quando eu vi o Episódio IV no Severiano Ribeiro, ali perto do momento de explodir a Estrela da Morte, minha vida mudou completamente…

AV: Ah!  Então você viu a leva de Star Wars Special Edition,  na qual Lucas mudou algumas cenas e reinseriu filmagens guardadas há mais de 20 anos nos porões da Lucasfilm, como o encontro de Han Solo com Jabba no Episódio IV. Mas de que forma Episódio IV mudou sua vida? De que forma exatamente Star Wars o fisgou?

FC: No momento em que a X-Wing entra naqueles corredores, e a câmera mimetiza o movimento, minha mente explodiu. Fiquei viajando em como deve ter sido para as pessoas, vendo aquilo pela primeira vez na década de 70. Senti como se algo unisse a gente ao mesmo tempo, através das gerações. Me senti, imediatamente, um pouquinho mais nerd.

Nosso querido Fernando não esconde a alegria de participar de um projeto de Star Wars

Nosso querido Fernando não esconde a alegria de participar de um projeto de Star Wars

AV: Engraçado você mencionar essa viagem no tempo, num passado que você não viveu. Eu também não, mas cheguei a ver O Retorno de Jedi no cinema, e quando revisitei o filme tive a mesma sensação que você teve. É a magia de Guerra nas Estrelas! Então, provavelmente, você viu todos os filmes clássicos na tela grande e, em seguida, a infame pré-logia. Nessa altura do campeonato, já era um fã de carteirinha.  Mas e depois? Como todo fã de Star Wars que se vicia, você precisava aplicar isso na veia de vez em quando, certo?  Como deu seu jeito para manter viva a Força em você?

FC: Foi perto desse momento que comecei a fazer parte do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, que oferecia doses diárias de Star Wars na veia. Na época ainda rolava fórum de e-mail e tudo o mais…

AV: E foi aí que teve contato com o que o pessoal chama de Universo Expandido?

FC: Na verdade, não. Foi mais através dos quadrinhos mesmo. Li Rebellion, Legacy, Star Wars Tales, por aí… Ainda estou atrás de comprar a ‘Trilogia do Trawn”.

AV: Show! Os quadrinhos e outras mídias que têm relação com Star Wars e estão no mesmo universo que os filmes, mas nunca foram filmados, são o chamado UE. Por que será que você acabou trilhando o caminho das HQs de Star Wars, hein? O pessoal conhece você como Caruso, ator e comediante, mas poucos sabem que você é uma verdadeira sumidade em histórias em quadrinhos!

FC: Acabei trilhando o caminho dos quadrinhos porque sou extremamente viciado nesse meio, e, como apaixonado por Star Wars também, as revistas do Universo Expandido eram as únicas fontes de quadrinhos em que eu encontraria sabres de luz. Se você gosta de Star Wars, só Star Wars te salva, não existem genéricos ou placebos, tem que ir na fonte.

AV: Seguindo o UE de Star Wars, temos aí as animações que sempre existiram, como Droids, Ewoks, Clone Wars e agora a tão esperada série Rebels. Estamos ansiosos por ela e soubemos de uma informação espetacular: você fará parte do projeto! Como isso aconteceu?

FC: Eu fui convidado pelo pessoal da Disney para fazer um teste de voz. Eles mandaram para o pessoal de Los Angeles, eles curtiram e me liberaram pra pegar o personagem. Eu fiquei feliz da vida, louco pra contar pra todo mundo, mas tive que manter sigilo, com muito custo…

AV: Por quanto tempo teve que manter em segredo esta informação? Qual o personagem que você vai dublar?  Os trabalhos já começaram?

FC: Tive que guardar segredo absoluto por três meses, só minha mulher e minha empresária sabiam. Eu vou dublar o Agente Kallus, do exército Imperial. A essa altura, já dublei uns cinco ou seis episódios.

AV: Como é dublar um vilão? Se você pudesse escolher, seria um jedi?

FC: Sem dúvida, se eu pudesse escolheria um jedi. Mas vamos ver! Eu ainda tenho esperança que o Agente Kallus venha para o lado da luz… Dublar um vilão é sem dúvida muito interessante. Talvez as melhores falas fiquem com os vilões… Você tem que misturar autoridade com arrogância, desprezo, frieza e um pouco de crueldade na sua voz.

AV: Já dublou outros personagens antes?  Como está sendo esta experiência?

FC: Já dublei pequenos personagens em estúdios de amigos que me deram a chance de ver como era o processo. Esse é meu primeiro personagem grande (e com nome, talvez). A experiência está sendo incrível! É tipo voltar para a escola, mas num bom sentido. Nunca achei que eu iria começar algo novo e aprender novas habilidades na minha vida a essa altura do campeonato!

AV: E o que espera para o futuro de Star Wars? Digo, com a compra pela Disney, filmes novos, George Lucas fora da liderança…

FC: A Disney comprou a Marvel, comprou a franquia Star Wars… Acho que o tal futuro apocalíptico dominado pelas máquinas na verdade vai ser superfeliz, dominado pelo Mickey. Mas eu acho que a franquia está em boas mãos, estou ansioso para ver a nova trilogia do J. J. Abrams, sou fã dele e sei que ele é fã da trilogia original. Então eu estou bem empolgado! E com a Disney administrando tudo, para o Universo Expandido virar tão oficial quanto o universo “canônico” é um pulo! Agora tudo é canônico, tudo é expansão, é festa! Star Wars World Resort!

AV: Hahaha, que bom que está animado!  Estamos todos na expectativa para ver os novos filmes e concordo com você em relação à Disney/Star Wars. Fernando, queria agradecer pelo seu tempo e dizer que foi um prazer entrevistá-lo. Estamos todos conectados pela Força.  Desejo muita sorte e felicidade nessa nova série de Star Wars e nesse novo trabalho que resgata sua fé jedi e a nostalgia do início de sua carreira. Que a Força esteja com você!

FC: Com todos nós, sempre!

No video, Fernando explica um pouco mais do seu envolvimento com o projeto de dublagem e fala de Star Wars Rebels

No vídeo, Fernando explica um pouco mais do seu envolvimento com o projeto de dublagem e fala de Star Wars Rebels

 [clear][spacer]

Fernando Caruso dá vida ao Agent Kallus, imperial com cara de bad ass, na versão em português de Star Wars Rebels

Fernando Caruso dá vida ao Agent Kallus, imperial com cara de badass, na versão em português de Star Wars Rebels para o canal Disney XD

[clear][spacer]

[hr]

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.